Quinta-feira, Outubro 28, 2021
spot_img
InícioGestão de RHO que é RH 4.0

O que é RH 4.0

A área de Recursos Humanos vem sendo totalmente impactada pela quarta revolução industrial. Neste texto, entenda o que é RH 4.0 e como isso afeta a sua empresa!

O gerenciamento de uma empresa depende de toda uma cadeia de gestão eficiente e planejamentos direcionados aos objetivos da corporação. Ao setor de Recursos Humanos compete um conjunto de funções que exigem muita organização, como recrutamento e seleção de colaboradores, além de treinamento, assistência e questões de remuneração e benefícios dos trabalhadores.

Isso faz com que a área precise lidar com diversos processos e muitas tarefas no dia a dia. E esse tipo de atuação exige o apoio de sistemas que possam facilitar o fluxo de trabalho e otimizar o tempo entre uma atividade e outra, além de evitar que erros ocorram. É nesse sentido que o RH 4.0 surge como uma tendência que veio para ficar.

No entanto, o conceito e suas características vão muito além da necessidade de adoção de tecnologia no setor. O intuito principal está ligado à ideia da Indústria 4.0: conectar máquinas, pessoas e softwares inteligentes. Com essa abordagem, o RH passa a ir além de sua atuação operacional e adota um posicionamento muito mais estratégico.

Então, se você ainda não está familiarizado com o termo, continue acompanhando este texto e descubra de uma vez por todas o que é RH 4.0.

Antes, entenda a Indústria 4.0

Se você está buscando entender o que é RH 4.0, sem dúvida já ouviu ou relacionou o termo com a Indústria 4.0, uma vez que há relação entre os conceitos.

A primeira revolução industrial aconteceu com o avanço das máquinas a vapor, na Inglaterra do século XVIII. Nesse cenário, via-se máquinas movidas a petróleo e vapor, substituindo alguns processos manuais nas indústrias.

A segunda, já no século XIV, foi marcada pela mecanização e eletricidade, o que proporcionou a construção de aviões e vias telefónicas, por exemplo. A partir desse período, o RH começou a ser formulado nas empresas enquanto setor.

Já a terceira revolução ocorreu com a automação e avanços da digitalização, indicando o início de uma longa era tecnológica e evidenciando a tecnologia que conhecemos atualmente. Essa é a mais próxima da nossa geração, pois foi o período em que surgiram os computadores mais potentes, smartphones e Smart TVs.

Por fim, chegamos à quarta revolução da indústria, que ainda se encontra em percurso, mas que já deixa evidente suas transformações, visto que é caracterizada pelas novas tecnologias e integração de sistemas físicos e digitais. Daí o surgimento do RH 4.0 e inúmeras outras possibilidades tecnológicas, como assistentes pessoais, carros autônomos e o avanço da robótica.

Afinal, o que significa o termo RH 4.0?

A contextualização anterior nos levou ao mundo como ele é hoje, já que estamos vivendo a fase em que há cada vez mais aprimoramento de processos, otimização do fluxo de trabalho, maior agilidade na comunicação, eliminação de trabalhos manuais, aumento da produtividade e outras inovações também na medicina, biologia e economia.

Com isso, torna-se mais fácil entender que RH 4.0 é um conceito usado no setor de Recursos Humanos para a quarta revolução da gestão de pessoas. Isso porque, acompanhando o cenário industrial, o RH já vem incorporando diversas facetas tecnológicas no dia a dia dos times com o objetivo de traçar melhorias na área.

Por exemplo, o RH 4.0 prevê uma gestão mais avançada das funções do profissional, tanto no recrutamento e seleção, quanto na atração de talentos e assistência pós-contratação de colaboradores. A tendência é que a maioria das funções seja automatizada e habilidades mais estratégicas sejam criadas e aprimoradas para a retenção de novos talentos.

Ou seja, o profissional de RH na era 4.0 tem sua atuação mais focada em se tornar forte aliado da empresa para planejamentos, estratégias e abordagens direcionadas. Além disso, a ideia é inovar e tornar o setor menos burocrático e mais condizente com os objetivos da empresa. E isso será possível por meio de novas tecnologias intuitivas.

Diferenças entre o RH 4.0 e o modelo tradicional

Imagem de equipe analisando gráficos

Analisando as inovações da área de Recursos Humanos é possível perceber que muita transformação já vem sendo inserida nos times responsáveis pela gestão de pessoas das empresas. E isso pode dificultar um pouco mensurar as diferenças entre o modelo tradicional e esse mais atual.

Embora a principal diferença esteja no avanço estratégico para a área, selecionamos também outras distinções para ajudar você a entender melhor como o campo vem sendo inovado:

  • Eliminação de papelada, formulários e ações manuais para o RH 4.0;
  • Foco em decisões estratégicas e direcionamento que preze a gestão de pessoas mais humanizada;
  • Tecnologia e digitalização de ponta, que torna o ramo mais independente por causa da Inteligência Artificial (IA) e da integração entre todos os sistemas;
  • Praticidade na solução de problemas com sistemas inteligentes;
  • Modernização e maior eficiência para as atividades de recrutamento, admissão e onboarding (processo de integração de novos colaboradores na empresa, é o momento de socialização, conhecimento e compreensão dos processos e funções delegadas);
  • O uso de sistemas inteligentes possibilita maior geração de dados qualificados para análises de Peoples Analytics;
  • Maiores insights, conhecimento de padrões de comportamento de colaboradores e desenvolvimento do setor por meio de análises aprofundadas dos dados gerados;
  • Redução da atuação operacional com tarefas repetitivas, o foco maior está nas pessoas e estratégias para resultados e metas.

Prepare a sua empresa para o RH 4.0

Acompanhar o mercado digital é prezar por inovações da sua companhia, buscando alçar novos rumos e alcançar mais oportunidades de crescimento. Para se preparar para o RH 4.0 na sua empresa, tenha em mente 5 principais necessidades para o time:

  • Cultura organizacional e desenvolvimento do perfil de liderança;
  • Reconhecimento dos benefícios da transformação digital para o setor e para a empresa;
  • Trabalhar o modelo mental do time, ou mindset, focado na aprendizagem de inovação, de modo que entendam que o desenvolvimento tecnológico não é inimigo;
  • Investimento na experiência dos colaboradores para que se sintam parte da empresa;
  • Aprimoramento da tecnologia utilizada em todos os setores, buscando softwares inteligentes, integrados e que sejam em nuvem.

Dessa forma, sua empresa estará dando o pontapé para se adequar às tendências do RH 4.0 e assumir a transformação digital para seus processos de gestão de pessoas e recrutamentos estratégicos.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULAR