Quinta-feira, Outubro 28, 2021
spot_img
InícioGestão de RHVocê sabe o que é employee experience?

Você sabe o que é employee experience?

Característica está sendo cada vez mais valorizada pela indústria

A employee experience, ou experiência do funcionário, em tradução livre, é uma tendência no mercado de gestão que visa aumentar a valorização dos colaboradores de uma companhia. Dessa forma, os dois lados envolvidos:

  • Estreitam suas relações profissionais
  • Fomentam o crescimento interno
  • Melhoram seus desempenhos

Quer entender mais sobre esse tema? Continue no nosso artigo!

A história do termo

Apesar de não existir um consenso científico quanto a origem de employee experience, é comum sustentar os conceitos dessa expressão em bases estabelecidas por Jacob Morgan, escritor graduado em economia e psicologia pela University of California Santa Cruz, nos Estados Unidos. Autor de diversos livros sobre o assunto, o pesquisador defende que o reconhecimento financeiro não é mais suficiente para sustentar a permanência de alguns colaboradores em seus cargos.

Em uma de suas obras sobre o tema, batizada como The employee experience advantage: how to win the war for talent by giving employees the workspaces they want, the tools they need, and a culture they can celebrate (editora Wiley), ele alega que “(…) em um mundo no qual o dinheiro não é mais o fator primário para colaboradores, focar na employee experience é a vantagem competitiva mais promissora que uma organização pode criar”.

Para ilustrar esse ponto de forma didática, o autor sugere uma análise empresarial a partir de dois círculos parcialmente sobrepostos, em que um simboliza as vontades e necessidades dos colaboradores e outro os mesmos pontos relacionados à corporação. Dessa forma, o exercício se desenvolve a partir da busca pelo equilíbrio entre as duas partes visando promover uma relação mútuo.

Imagem de 2 círculos entrelaçados

Vale destacar que abreviamos os estudos do escritor para transmitir suas ideias em linhas gerais, e todo seu raciocínio pode ser estudado de maneira mais aprofundada através de seus trabalhos.

As narrativas intrínsecas à valorização corporativa

A tendência mostrada pelo autor tem sido cada vez mais presente no mercado de recursos humanos mundial. Porém, recentemente se aliou a um debate áspero que tem ganhado muito destaque no Brasil, a respeito da validade do “salário emocional”.

Analisando de maneira superficial, esse tema possui uma definição muito parecida com a apresentada anteriormente, procurando complementos para a valorização profissional interna das corporações, como ambientes mais atrativos e outros benefícios. Desde 2017, a Google tem registrado diversos picos de interesse por esse tópico, chegando a atingir o nível máximo de sua medição em abril daquele ano.  

Imagem de gráfico que mostra interesse ao longo do tempo

No entanto, conforme apurou Júlia Pessôa em um artigo publicado pela UOL, existem registros que demonstram a distorção de alguns desses conceitos. Segundo o material, especialistas chegaram fazer alertas sobre a prática, dentre eles a psicóloga Caroline Duarte.

No texto, a profissional destaca que “(…) não deveria ser benefício ou privilégio ter um ambiente saudável de trabalho, um plano de carreira, e todo o conjunto de fatores que prezam pela saúde mental do trabalhador (…). O capitalismo fagocita os discursos em seu favor, então o salário emocional pode, sim, representar uma precarização, basta ver o que se diz de motoristas e entregadores de aplicativos como ‘empreendedores’, com ‘flexibilidade’”.

Portanto, como deve ser desenvolvida a emplyee experience?

Não existe movimento de mercado que possa ser feito sem estudos aprofundados. Portanto, o primeiro passo para desenvolver a employee experience é compreender as ligações entre colaboradores e mandatários, rascunhando os elos que devem ser fortalecidos conforme os valores de cada companhia. Em geral, três pontos são essenciais para desenvolver essa otimização:

  • A melhoria de ambientes físicos

Aprimorar os espaços de atuação pode ser considerado um dos pontos mais essenciais dessa lista. Para isso, diversas camadas devem ser trabalhadas, desde a infraestrutura até áreas para o lazer ou refeitórios. No entanto, alguns tópicos devem receber mais investimento como a acessibilidade, que deve ser segura e confortável para todos e todas que usufruírem dessas alternativas.

  • A melhoria de ambientes tecnológicos

Acompanhar as tendências estruturais de mercado é tão importante quanto possuir espaço adequados ou profissionais de qualidade em uma companhia. Por isso, possuir as melhores ferramentas é indispensável para um crescimento interno plural. Para isso, podem ser utilizadas plataformas de treinamento e outros investimentos nesse sentido, sempre visando uma evolução constante.

  • A melhoria de ambientes culturais

Todos os pontos acima se conectam a partir da cultura organizacional de uma empresa, que também serve como guia para cada um desses investimentos. Além disso, a companhia deve influenciar positivamente a maneira de atuar, desenvolver e pensar dos seus colaboradores, sempre respeitando suas diferenças. Dessa forma, uma composição diversa deve ser formada, contribuindo com um fortalecimento amplo a partir da ecleticidade interna.

Ou seja, mesmo não sendo uma característica utilizada por muitas marcas, todos os tópicos citados anteriormente colaboram com a estruturação de um ambiente saudável, composto por colaboradores engajados e mais competentes.

E muito além…

A employee experience se mostra como um diferencial para o mercado corporativo em diversos sentidos, e os dados defendem essa tese. Conforme apontou um estudo desenvolvido pela Data Base e publicado pela Gupy em 2021, apenas 13,4% das empresas estão dispostas a direcionar parte de seu orçamento a estratégias voltadas ao público interno.

Além de demonstrar um conservadorismo estrutural, a pesquisa demonstra como companhias que adotam essa estratégia podem ser vistas como um oásis, potencializando a aquisição de profissionais qualificados e retendo talentos promissores. Por isso, não há motivo para desviar desse segmento, que tende a crescer cada vez mais em diversas esferas.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULAR