Quinta-feira, Outubro 28, 2021
spot_img
InícioGestão de RHA importância do crachá para a empresa

A importância do crachá para a empresa

O item facilita a identificação do profissional e garante a segurança no ambiente de trabalho

Crachá. Quantas controvérsias estão por trás dessa palavrinha. Todos os dias as empresas lidam com a recusa de funcionários e visitantes no uso do crachá. Mas o que os colaboradores não percebem é que a identificação funcional é importantíssima para garantir a segurança no ambiente de trabalho. 

Imagina uma empresa que não exige a utilização do crachá. Com certeza, qualquer pessoa pode transitar por ela e isso pode causar muitos problemas, como furtos, roubo de dados, entre outros.  

Além de identificar funcionários e visitantes, garantindo segurança, o crachá traz outros benefícios para a empresa. 

Cara crachá

Imagem de enfermeira uniformizada com crachá pendurado em bolso

Uma das grandes vantagens do crachá é a facilidade de identificar um indivíduo sem precisar lhe perguntar por seu nome e cargo. O item pode ser feito com material PVC ou papel e são utilizados tanto no ambiente corporativo quanto em feiras, eventos, feiras, etc. A sua utilidade é diversa e são usados como identificação de estudantes de uma escola, universidade e cursos, como cartões de entrada. 

Voltando para as empresas, como já pontuamos, o crachá serve para identificar os funcionários e conhecer as suas funções. Afinal, não dá para gravar o nome de todos os colaboradores e os seus respectivos cargos. Imagine o diretor de uma empresa com 500 empregados ter que memorizar o nome de cada um. Impossível, né.

A identificação também favorece a aproximação dos clientes, principalmente quando precisam sanar uma dúvida. Com o crachá à mostra, o cliente consegue saber rapidamente quem abordar. 

O uso correto do material passa uma imagem positiva de sua empresa: credibilidade, segurança, organização, profissionalismo. Mas para que seja funcional, o crachá deve estar visível para que o nome e a função do colaborador sejam identificados sem esforço. O ideal é que o item esteja sempre para fora da camisa e seja usado como um colar. Assim, será a primeira coisa a ser notada no profissional.

Conheça outras vantagens


1.Integração dos funcionários:  Tenho certeza de que você nunca pensou nisso, mas saiba que o crachá também é utilizado por muitas empresas com o objetivo de integrar os funcionários. Com ele, novos funcionários podem ser identificados com mais facilidade, sentindo-se parte da empresa.

2. Vestir a camisa: Quando a empresa adota o uso do crachá, ela incentiva o colaborador a “vestir a camisa”. Ou seja, o funcionário sente-se responsável pelo sucesso da corporação e se dedica a gerar resultados mais positivos. 

3.Profissionalismo: A identificação por meio de sistema de crachás demonstra que o ambiente é organizado e profissional. Empresas de pequeno ou médio porte que utilizam o material contam muitos pontos positivos para os seus clientes e até para as concorrentes. Mesmo parecendo algo simples e comum, o uso da identificação por seus funcionários pode dizer muito sobre a sua corporação. Lembre-se que os pequenos detalhes podem ser cruciais para te diferenciar no mercado, gerando uma ótima impressão entre os seus clientes. 

4.Produtividade: Atualmente, os crachás estão longe de serem apenas uma identificação. Vão além dessa função. Com os avanços tecnológicos, o material ‘carrega’ diversos dados do funcionário, permitindo agilidade no controle de acesso e maior segurança. 

5. Registro do ponto: Já se foi a época em que o empregado tinha itens diferentes para se identificar e para bater o ponto. As empresas que atendem a todos os requisitos estabelecidos pela Portaria 1510 do Ministério do Trabalho, podem utilizar o sistema eletrônico de controle do ponto. É aí que surge a necessidade de usar um crachá que também tenha a função de registrar a jornada de trabalho. O crachá de proximidade para esse tipo de sistema possibilita contar horas trabalhadas, ausências, afastamentos, horas extras e outros dados exigidos pela legislação trabalhista.

6.Controle eficiente: Os crachás por proximidade darão maior eficiência na hora de controlar a jornada de trabalho dos seus funcionários. Além disso, ajuda a economizar, já que o material servirá tanto para identificar quanto para registrar o ponto. 

Contrate quem entende do assunto

Para adotar o sistema eletrônico de ponto é necessário seguir algumas regras definidas pelo Ministério do Trabalho, por meio da Portaria 1510. A regulamentação traz normas claras e que devem ser respeitadas pelas corporações que resolverem adotá-la. O sistema deve atender às seguintes orientações:

  • Ter capacidade de armazenar dados point-in-time para cada funcionário; 
  • É obrigatório ter um relógio ou registro de ponto eletrônico (REP) com a finalidade de gerar prova de um carimbo de data/ hora; 
  • O Registro de Ponto Eletrônico deve estar no local de trabalho para as marcações dos colaboradores.

Para adquirir um sistema confiável e que obedeça às regras da portaria, a sua empresa deve contratar quem entende do assunto e tem compromisso com o seu negócio. Fique atento para não fazer aquisição de equipamentos e sistemas duvidosos.

Possuir um sistema de qualidade de ponto eletrônico e de crachá por aproximação é garantir a segurança dos dados dos funcionários e a tranquilidade da empresa diante da legislação trabalhista.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULAR